Pacquiao e Broner voltam ao ringue – ambos têm adversários

pacquiao-och-broner-atervander-till-ringen-bada-har-motstandare-jpg

O conquistador de quatro categorias de peso, o brawler americano Adrien Browner (34-4-1, 24 KOs), ensinou aos fãs que só volta ao boxe quando tem problemas financeiros.

E embora de modo geral ninguém espere seu retorno, ele se apresentará em 20 de agosto na arena Seminole Hard Rock Hotel & Casino em Hollywood (Flórida, EUA) contra o ex-campeão compatriota Omar Figueroa (28-2-1, 15 KOs).

O mais chato é que essa luta meio-médio de 12 rounds (até 66,7kg) é a luta principal do show, e as outras duas lutas da noite acontecerão como aquecimento, apesar de serem os do título:

– Campeão WBA super pluma (até 59 kg) Roger Gutierrez (26-3-1, 20 KOs) da Venezuela vai lutar contra seu candidato obrigatório Hector Luis Garcia (15-0, 10 KOs) da República Dominicana;

– e o cinturão meio-médio vago da WBA (até 63,5 kg) será jogado por Alberto Puello (20-0, 10 KOs) da República Dominicana e russo Batyr Akhmedov (9-1, 8 KOs). O segundo, no entanto, não se apresentará sob a bandeira russa. No entanto, durante sua carreira, Batyr jogou pela Rússia, pela Ucrânia e até pela Turquia.


O lendário Manny Pacquiao, após o fracasso da corrida presidencial nas Filipinas, vai querer melhorar um pouco sua situação financeira através do boxe. A mídia local estava falando sobre isso na primavera, e outro dia um artista marcial sul-coreano DK Yoo anunciou que em setembro faria uma luta de exibição com Pacquiao.

A princípio, parecia que ele simplesmente decidiu exagerar um pouco no eminente filipino, mas Pacquiao logo respondeu a Dee Kay através das redes sociais: “Me encontre em dezembro. Deus o abençoe”.

A mídia está confiante de que a luta de exibição acontecerá na Coréia do Sul.

Diz-se que Pacquiao adorava cassinos, brigas de galos e prostitutas. Mas quando sua esposa pediu o divórcio, tudo mudou.

4f89476909e14671d8188929db21eea3

Para não perder as novidades mais interessantes do mundo do boxe e do MMA, inscreva-se em
Facebook e
notícias do Google.

Rating